Notícia

Breve o retorno a Aleppo

Aleppo (Síria) Immagine correlata a Breve o retorno a Aleppo

Aleppo (Síria). De 18 a 20 de maio de 2017, Ir. Widad, Ir. Jeand’Arc e a Inspetora Ir. Lina Abou Naoum, depois de longos anos, puderam transcorrer algum tempo em Aleppo.

Encontraram os Irmãos Salesianos, com o Diretor Pe. George Fattal, que as receberam e lhes ofereceram o almoço e grande quantidade de víveres para levar à velha casa de Aleppo; os Cavaleiros de Malta que compartilharam a propriedade da casa e com eles estudar as possibilidades de restauração e das futuras atividades em favor das missões; os sacerdotes Melquitas da Igreja dedicada a Santa Teresinha do Menino Jesus, Padre Bassam Ashaji e Padre Joseph Katat, que prometeram colaboração e incentivaram o retorno; o Bispo latino da Síria, Dom George Abou Khazen, que lhes deu sua bênção e tantos outros amigos entre os quais as Irmãs de Madre Teresa de Calcutá, que participaram da Santa Missa presidida pelo Bispo, as Irmãs de São José, as Irmãs do Hospital São Luís, as Irmãs Carmelitas, as Irmãs Armênias, as mulheres, os jovens, os vizinhos.

Aleppo está retomando vida. A realidade é dura. A destruição é quase total em boa parte da cidade. Os mortos são milhares, bem como os desaparecidos, os órfãos, os foragidos. Fala-se de 1500 propriedades destruídas e derrubadas. Hoje há água, depois de um período de escassez, a eletricidade, porém, é fornecida somente por uma hora no dia e na noite.

É trabalhoso o retorno dos Aleppinos devido à insegurança das estradas que levam à cidade. Quilômetros de trilhos se fazem entre os povoados evacuados e destruídos em meio à imensidade de terrenos ocupados pela Isis ou por grupos opostos ao regime de Assad.

A casa das irmãs está cheia de pó. Os canos da água, quebrados ou enferrujados, as paredes e o pavimento estragados. Os vitrais externos precisam ser substituídos, apesar de a casa ter sido bem guardada pelos jovens e por um médico que se ofereceu para defender a casa.

Durante a novena de Maria Auxiliadora tornou-se realidade o sonho e foi confiada a Nossa Senhora de Fátima a oração pela Paz e o retorno das irmãs a Aleppo, para que refloresça a missão.

6 Comentários Escrever comentário

  • Sr Angela S.15/06/2017 12:56:33Godo per questo ritorno e assicuro la mia preghiera perchè Maria Ausiliatrice sostenga la vostra ripresa!
  • Sr. Rosa Gentile14/06/2017 10:19:03Sono a Torino, presso la Basilica di M. Ausiliatrice, 35. Oggi, nella visita quotidiana alla nostra cara Mamma porterò il grazie di vostro e di tutte, intercedendo per la cara Aleppo e per tutta la cara Siria. Con affetto fraterno Sr. Rosa Gentile
  • Sr.Anna Maria Scarzello12/06/2017 11:45:10Le due comuita di Damasco Siria siamo felici della prossima apertura di Aleppo e appoggiamo a Sr Lina in questo ritorno che portera tanta gioia e speranza a .questa fratelli cosi duramente provati.Grazie anche alla Provvidenza di Dio che generosamente sempre ci precede.
  • suor Emilia Musatti12/06/2017 06:57:58Ringrazio il Signore per questo passo coraggioso e segnato dalla passione missionaria! vi affido alla Madonna di Fatima, regina della pace.
  • Ana Dolores11/06/2017 16:21:12Es verdaderamente un milagro. Hemos sufrido y orado tanto por esta situación, pero leer esta noticia llena el corazón de ESPERANZA! Ánimo hermanas no están solas. Las sostenemos con nuestra oración fraterna.
  • Escrever comentário