Notícia

Um Encontro que passará à História!

Nairobi (Quênia) Immagine correlata a Um Encontro que passará à História!

Em Nairobi, de 11 a 14 de outubro de 2011 realizou-se o primeiro encontro internacional de história da obra salesiana na África e em Madagascar, com o título de "História e identidade salesiana, produção e uso das fontes, conservação do patrimônio cultural", organizado pela Associação de Cultores de História Salesiana (ACSSA). Foi presidido pelo Diretor do Instituto Histórico Salesiano, Pe. Francesco Motto, e o Secretário da ACSSA, Pe. Stanislaw Zimniak.

Os participantes eram trinta: quinze SDB e quinze FMA.

Graças ao Inspetor da AFE, Pe. Gianni Rolandi, que ofereceu hospedagem na nova ala do complexo de Nairobi DB YES (Don Bosco Youth Educational Centre), o Encontro se realizou em ótimas condições.

As saudações do Reitor Mor, Madre Yvonne Reungoat e a Presidente da ACSSA Ir. Grazia Loparco FMA abriram oficialmente esse momento histórico através do envio de uma mensagem.

Com um horário não pesado e bem integrado, foram apresentadas os relatórios, comunicações e oficinas. Ir. Maria Rohrer FMA, no primeiro dia, nos fez refletir sobre "Porque escrever a história salesiana". No segundo dia os dois salesianos missionários da República Democrática do Congo, Pe. Marcel Verhust e Pe. León Verbeek, confirmaram com pesquisas históricocientíficas a importância desse trabalho. Esses nossos irmãos já recolheram muita fontes "orais e de imagens", além de fontes escritas e já publicaram interessantes pesquisas históricas, não somente sobre a obra salesiana, mas também sobre a cultura local e sobre a história da Igreja no Congo.

Seguiram-se comunicações sobre a resenha bibliográfica de alguns contextos específicos preparados por Ir. Inácia Chaquisse (MOZ), Pe. Albertt Kabuge (AFO) e Ir. Alphonsine Tshabu Fwamba (AFC).

No terceiro dia, depois de uma interessante visita cultural ao Museu Histórico de Nairobi, as apresentações de dois historiadores não salesianos: "Para proteger e guardar as fontes" de Pe. Albert de Jong CSSp; "Modelos de historiografia eclesial e civil na África" de Reginald D. Cruz, CFX.

Durante a tarde houve três apresentações: "O estado da historiografia sobre Dom Bosco" de Pe. Francesco Motto SDB, "Algumas anotações com relação à historiografia salesiana" de Pe. Stanislaw Zimniak SDB e "As etapas da historiografia do Instituto das FMA" uma contribuição apresentada por Ir. Piera Cavaglià FMA, Secretária Geral do Instituto que participou de todo o Encontro.

Na genuína tradição salesiana, não faltou nunca a "Boa Noite", criativa, documentada sobre a realidade das duas Inspetorias AFE dos Salesianos e das FMA.
O Conselheiro Geral para a África e Madagascar, Pe. Guillermo Luis Basañes, concluiu esse dia, encorajando os participantes a sentir a responsabilidade de produzir e conservar fontes significativas para a história salesiana e a trabalhar para criar uma cultura históricosalesiana em cada Inspetoria. Suas últimas palavras foram: "Vejo a África Salesiana mais robusta, com raízes mais sólidas e fortes depois deste Encontro e isto poderá nos tornar também vocacionalmente mais fascinantes".

0 Comentários Escrever comentário

    Sem comentários
  • Escrever comentário