Notícia

30 anos de Primavera

Medellín (Colômbia) Immagine correlata a 30 anos de Primavera

A revista "Primavera Mundo Jovem" completa 30 anos de vida.
Dirigida ao mundo das adolescentes, a revista em língua espanhola nasceu na Colômbia, na inspetoria Santa Maria Mazzarello de Medellín, como resposta à necessidade de ter uma revista formativa para as jovens do continente latino-americano.
A revista "Primavera Mundo Jovem" era promovida, no Instituto, por Madre Ângela Vespa, em 1950, como instrumento de formação cultural para as jovens. Era uma proposta criativa, cheia de vida e bem apresentada, com imagens e artigos breves, capaz de transmitir o espírito salesiano. A sede da Revista era na inspetoria de Milão, na casa da Via Bonvesin, e Ir. Franca Ramella iniciou este projeto.
Para poder difundi-la o mais possível, foram chamadas na Itália algumas Irmãs para as traduções. Ir. Lila Henríquez por primeiro, e Ir. Paula Helena Quintero depois, chegaram a Milão para as traduções em espanhol. Isto até 1975, quando se percebeu que as despesas com a expedição para a América Latina se tornavam insustentáveis.
Em 1978 iniciou-se a redação da Revista Primavera em língua espanhola, na Colômbia, e foi Ir. Lila que colocou à disposição deste projeto a sua experiência feita na Itália e o seu entusiasmo e otimismo, fazendo chegar em 12 anos de trabalho, a 9 mil assinaturas.
Em 1991, Ir. Marta Helena Mejía sucedeu Ir. Lila. Com ela se empreendeu um trabalho de ressignificação e de nova organização editorial.

Em 2006, a Revista teve nova mudança de direção, assumida por Ir. Yolima Posada Perdomo, a quem dirigimos algumas perguntas, solicitando que nos faça conhecer mais de perto o mundo da Revista Primavera.

Infonilne: Quais são os objetivos da Revista?
Ir. Yolima: Antes de tudo é necessário dizer que Primavera é uma revista dirigida aos jovens, entendendo por juventude não simplesmente a idade ou uma etapa da vida, mas uma forma de ser, um conjunto de hábitos, discursos, imagens, porque a juventude é uma outra cultura dentro da própria cultura. Por isto, através da publicação se deseja oferecer informação, formação e entretenimento, mediante uma leitura alternativa, com conteúdos atuais, sugestivos e criativos, considerando que hoje os jovens preferem a música à informação e a informação à estrutura, e isto não é superficialidade, é sensivelmente um outro modo de produzir sentido social e de significar a própria vida.
Aqui se trata de buscar o equilíbrio e de saber apresentar os conteúdos.
Os objetivos específicos aos quais nos propomos são aqueles de oferecer leituras cativantes e formativas que ajudem a saber escolher criticamente diante das diferenças de valores; oferecer mensagens educativas que formam para o bom uso do tempo livre; dar impulso, através da boa imprensa, a valores, cultura e conhecimento.

Infonilne: Quantas pessoas trabalham na redação?
Ir. Yolima: É importante destacar que por detrás da edição da Revista existe toda uma equipe que trabalha para dar qualidade à publicação. Laura Cristina Castro, jornalista, e eu somos as responsáveis pela programação, redação e revisão do conteúdo. Três fma assumiram a redação de três seções da revista: Ir. Angela Valencia, Hazlo tu mismo, Ir. Natalia Álvarez, Paga ser, e Ir. Paula Arango, Click. Do mesmo modo, Isabel Alvarez, uma jovem empenhada no social, colabora com a seção Exprésate. Enfim, o senhor Uriel Hidalgo é o corretor gramatical dos artigos.

Infonilne: De que modo vocês escolhem os conteúdos e de que modo mantêm vivo o diálogo com os leitores?
Ir. Yolima: Os escritórios da redação da Revista se encontram na Casa Inspetorial da Inspetoria Santa Maria Mazzarello de Medellín, sede também de um Instituto de escola superior secundária. Este endereço nos permite todos os dias um contato direto com os jovens, os seus gostos, os seus problemas, as suas inquietudes e inclinações. Eu, pessoalmente, dialogo muito com eles e isto me dá elementos no momento de escolher os conteúdos, os temas a serem abordados pela Revista. Além disto, muitos leitores e leitoras nos escrevem ao endereço do correio eletrônico sugerindo temas ou apresentando inquietudes, outros ao invés gostam de participar dos concursos que a publicação propõe com o objetivo de ganhar os CDs do seu artista preferido.

Infonilne: Quantas cópias são impressas atualmente?
Ir. Yolima: Apesar de também a revista Primavera ter sido atingida pela crise econômica mundial, continuamos a contar com um bom número de assinaturas em todo o País. São 14 mil e 400 exemplares impressos oito vezes ao ano e que chegam aos 18 departamentos da Colômbia, sem contar a grande quantidade de centros onde se vende a publicação. Por isto é importante o entusiasmo apostólico de tantas irmãs das 4 inspetorias colombianas que, sem pensar no cansaço ou na fadiga, promovem a Revista nas escolas e nas instituições.

Infonilne: Quem te presenteou, em nível pessoal, esta experiência?
Ir. Yolima: São muitos os momentos bonitos que vivi durante estes quatro anos que estou na Revista, porém a coisa mais importante é constatar a paixão, o valor e a audácia de um Instituto que não economiza esforços para responder sempre mais e melhor às necessidades dos jovens do nosso tempo. De Madre Ângela Vespa, promotora inicial da empresa jornalística da revista Primavera na Itália, e passando por Madre Dolores Acosta, Ir. Lila Henríquez, Ir. Martha Elena Mejía na Colômbia, até chegar aos nossos dias houve empenho no enfrentamento dos desafios que o mundo lança à educação e à formação da juventude. Em nível pessoal precisei afinar os ouvidos e o coração para escutar e ler, e às vezes nem tudo é claro frente às necessidades e ao grito dos nossos jovens.

20 Comentários Escrever comentário

  • Enzoo06/10/2022 12:55:40Chiedo perché non è più pubblicata e sei sostituita da qualche rivista per ragazze altrettanto impegnata e costruttiva e come si può fare eventualmente per abbonarsi. Grazie
  • luca25/09/2022 10:21:02Io ho i primi numeri fino al 20 dal novembre 1983
  • Franca17/04/2022 18:13:55Mi piacerebbe tanto avere i numeri degli anni 1974 e 1975 quando ero abbonata da ragazzina
  • ILARIA CANELLA12/09/2021 16:10:10Perché la rivista per adolescenti "Primavera Mondo Giovane" non viene più pubblicata? Cosa è successo?
  • Ilaria Canella01/11/2018 20:02:52Perché Primavera Mondo Giovane, rivista quindicinale per adolescenti, non viene più pubblicata dal 2000? Vorrei conoscerne tutti i motivi. Grazie
  • Escrever comentário