Notícia

Encontro das jovens FMA de Madagascar

Ivato (Madagascar)

«Uma comunidade não é um grupo de mulheres que querem viver juntas por simpatia, mas é um chamado misterioso do Pai que nos convoca a imitar e manifestar a vida da Santíssima Trindade. O essencial da Vida Religiosa está apoiado em quatro pilares: a união com Deus, o seguimento de Cristo através dos votos, a vida comunitária e o apostolado. Interdependentes entre si». Esta é a mensagem que o Bispo emérito da diocese de Fianarantsoa mons. Philibert Randrimbololona deixou às jovens FMA de Madagascar. De fato, durante um encontro realizado no mês passado, as Irmãs com menos de 10 anos de profissão da Visitadoria malgaxe Maria fonte de vida (MDG) tiveram a possibilidade de 3 dias de reflexão, nos quais a partir de um momento de avaliação, se colocaram prospectivas e compromissos para o futuro. Vários foram os temas tratados, a Estréia do Reitor-Mor, o aprofundamento dos textos litúrgicos e o sentido da oração da Liturgia das Horas, a inculturação da vida religiosa em Madagascar a partir do texto de Paulo, na primeira Carta aos Corintos, capítulo 13, firmando-se sobre a Caridade.

0 Comentários Escrever comentário

    Sem comentários
  • Escrever comentário